carregando
Carregando...
Caso a página demore muito para carregar,
aperte o botão "atualizar" do seu navegador ou a tecla "F5".

  • Receba informações e promoções de nosso site.


Mensagens Bíblicas

Geral

VIRTUDES QUE DEUS VAI PRODUZIR EM VOCÊ

08/05/2018 às 19:16h

 

Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.

Gálatas 5.22

 

 

Ele planta a semente na boa terra, como Jesus nos chamou (Mt 13.8). O fruto se divide em nove virtudes, sendo o amor de Deus a primeira a ser produzida. Que privilégio!

A segunda é o gozo – alegria. Quem anda em Espírito sempre terá essa alternativa para a tristeza, apatia ou melancolia. O Espírito Santo habita em nós, para que sirvamos a Deus com o coração jubiloso. Ora, o benefício é primeiro nosso; afinal, o coração alegre serve de bom remédio (Pv 17.22)! Portanto, viva na presença do Senhor e use essa virtude para se curar de qualquer mal.

A paz é de suma importância para o nosso relacionamento com os irmãos. Ela nos ajuda a evangelizar os corações mais duros. Jesus disse que nos dava a Sua paz, e ninguém a tiraria de nós (Jo 14.27). Com ela, os casamentos se tornam duradouros e recebem bons comentários. Isso é maravilhoso para os filhos e o casal. A paz nos ajuda mental e fisicamente.

A longanimidade é uma das melhores obras do Espírito de Deus em nossa vida. Ela pode ser entendida como paciência, a qual é necessária para alcançarmos as bênçãos prometidas nas Escrituras. Com a falta de longanimidade, surgem doenças, dores e diversos males e sofrimentos. Quem é longânime vive mais, feliz e com sucesso.

A benignidade mostra de quem somos filhos, pois, assim como o Senhor é reconhecido pelo bom caráter, nós também o seremos. Podemos traduzir esse aspecto do fruto do Espírito como a esperança bondosa, que toma conta do nosso coração, ou a bondade esperançosa, a qual nos ajuda a relevar alguns agravos e continuar orando pela conversão de seus autores.

A sexta obra é a bondade, na qual os nossos atos devem estar envolvidos. O homem de Deus não pode ser mau nem uma vez sequer, ainda que alguém o oprima. Por ser produzida pelo Altíssimo, a bondade é uma arma fortíssima contra o ódio, que domina as religiões, e a vontade suja de algumas pessoas de estarem sempre tirando proveito de nós.

Agora, veremos a , que não é aquela capaz de nos dar poder para ordenarmos aos empecilhos que saiam da nossa frente e se lancem no mar. Ela pode ser traduzida por fidelidade, respeito ao nosso cônjuge e ao de outrem, à Palavra e aos ingênuos ou fracos mentalmente.

A oitava obra é a mansidão. Ela faz com que, primeiro, examinemos qualquer coisa para, depois, dizermos se é de Deus ou não. Como precisamos dessa capacidade para não termos pressa em afirmar que algo vem do Altíssimo e, em seguida, verificarmos que agimos mal. Com ela, você agradará ao Senhor.

Por fim, temos a temperança ou domínio próprio. Quantas pessoas, ao se envolveram com o pecado, ficaram marcadas como infiéis, adúlteras ou mentirosas? O domínio próprio fará de você um verdadeiro servo de Deus, pois nada o impelirá à precipitação.

Fonte: Ongrace

Comentários

Você precisa logar no site para poder enviar comentários. Clique aqui caso ainda não possua um cadastro em nosso site.

     

    1