carregando
Carregando...
Caso a página demore muito para carregar,
aperte o botão "atualizar" do seu navegador ou a tecla "F5".

  • Receba informações e promoções de nosso site.


Notícias

Evangelismo

Igreja Evangélica do Canadá pede para que fieis parem de fofocar

21/08/2012 às 11:17h
Encontro abordou assuntos concernentes ao interesse da igreja e também que afetam a igreja

No seu congresso que acontece de 3 em 3 anos a United Church of Canada sempre traz assuntos a serem discutidos para melhorar a igreja. Este ano colocaram em pauta também a “Fofoca”. Eles dizem que espalhar fofocas é contrário aos ensinamentos cristãos o qual promove o amor, verdade e honestidade.

A maior igreja protestante do Canadá, a United Church of Canada (Igreja Unida do Canadá), realizou o seu trienal Congresso Geral neste mês de agosto. Ela reuniu 350 delegados e 200 observadores e convidados de outros estados, representando os 650 mil membros da Igreja de todo o país.

A Igreja Unida do Canadá foi fundada em 1925 como uma fusão de quatro denominações protestantes: a Igreja Metodista do Canadá, a União Congregacional de Ontário e Quebec, dois terços das congregações da Igreja Presbiteriana do Canadá e da Associação de Igrejas Locais.

Os assuntos abordados neste encontro da Igreja Unida do Canadá que acontece de 3 em 3 anos foram colocados vários assuntos concernentes ao interesse da igreja como os que afetam a igreja.

No encontro deste ano/12 as discussões foram sobre a pobreza infantil, falta de moradia e disparidade econômica no Canadá, e as dificuldades de igrejas rurais. “Um número crescente de pessoas são espirituais, eles acreditam em Deus e na oração, mas cada vez menos pessoas acreditam na necessidade de estar mostrando esta fé em uma instituição religiosa ou igreja”, disse Gregersen.

O Congresso também abordou questões de interesse nacional e internacional, incluindo as atividades de mineração canadense, nas Filipinas e na América Central e sobre as mudanças climáticas no mundo.

Entre todas estas importantes questões, há uma em que chamou a atenção no Congresso e um tanto quanto curiosa: o problema da fofoca na igreja e na sociedade.O problema da fofoca reflete na Igreja como também no âmbito social.

A Igreja Unida do Canadá está incitando os fieis a parar de fofocar, comparando a prática com o vício do jogo e “outros males da sociedade.”

“A fofoca pode levar as pessoas a perder os seus empregos e reputação”, foi o tema levantado para a consideração da 41º Conselho Geral da Igreja Unida do Canadá, realizado agora em agosto, em Ottawa.

A fofoca pode “levar à destruição de amizades e dividir famílias, e pode ser usado como uma arma contra um adversário malicioso”. De acordo com a organização, a conversa ao pé do ouvido (fofoca) “pode ​​fazer as pessoas deixam de ir à igreja “.

O porta-voz da Igreja Unida, o reverendo Bruce Gregersen, disse que espalhar fofocas é contrário aos ensinamentos cristãos que apenas promovem o amor, verdade e honestidade. Cai na categoria de “perjúrio”, disse à AFP. Embora Gregersen ele mesmo reconheça que “é difícil saber o que uma congregação pode fazer sobre isso.”

Fonte: Creio

Comentários

Você precisa logar no site para poder enviar comentários. Clique aqui caso ainda não possua um cadastro em nosso site.

     

    1