carregando
Carregando...
Caso a página demore muito para carregar,
aperte o botão "atualizar" do seu navegador ou a tecla "F5".

  • Receba informações e promoções de nosso site.


Notícias

Internacional

França fecha embaixadas após revista publicar charges de Maomé

19/09/2012 às 23:54h
A capa da edição desta semana mostra um judeu ortodoxo empurrando uma figura de turbante em uma cadeira de rodas.

O governo francês vai fechar suas embaixadas em 20 países de maioria muçulmana na próxima sexta-feira (21) para evitar ataques, já que a revista semanal satírica “Charlie Hebdo” publicou charges do profeta Maomé.

O prédio da publicação já teve sua segurança reforçada, pois em 2011 quando a mesma revista satirizou o profeta, a redação sofreu alguns ataques dos muçulmanos que moram na França.

Apesar dos reforços e da medida preventiva para evitar confronto com os religiosos, o chanceler francês Laurent Fabius criticou a revista ressaltando que o país respeita a liberdade de imprensa, mas não achou inteligente da parte da publicação abordar o tema diante de tantos protestos no mundo.

Fabius se refere aos ataques contra consulados americanos nos países islâmicos que protestam contra o filme “Inocência dos Muçulmanos” um filme que também mostra o profeta Maomé de forma caricata. Por isso o primeiro-ministro francês Jean-Marc Ayraul que a Charlie Hebdo está fazendo “uma provocação” com esse novo exemplar.

A capa da edição desta semana mostra um judeu ortodoxo empurrando uma figura de turbante em uma cadeira de rodas. Dentro da revista há diversas figuras do profeta Maomé, incluindo ele nu. Mas para Charb, o diretor da revista, a liberdade da imprensa permite essas colocações.

“Se não levantarmos a questão sobre se temos o direito de desenhar Maomé ou não, sobre se é perigoso fazê-lo, a questão que virá depois é se podemos falar dos muçulmanos na mídia (…). No final, não poderemos fazer mais nada e um punhado de extremistas que protestam na França e pelo mundo terá ganhado”, disse.

Para os muçulmanos qualquer representação de Maomé é considerada um pecado, principalmente essas formas caricatas que podem ser consideradas como blasfêmia. O Conselho Francês de Fé Muçulmana já se manifestou sobre a polêmica dizendo que a comunidade islâmica está indignada com a publicação, pois as charges “insultam o profeta do Islã”.

Fonte: Gospel Prime

Comentários

Você precisa logar no site para poder enviar comentários. Clique aqui caso ainda não possua um cadastro em nosso site.

     

    1