carregando
Carregando...
Caso a página demore muito para carregar,
aperte o botão "atualizar" do seu navegador ou a tecla "F5".

  • Receba informações e promoções de nosso site.


Notícias

Mundo

Jovem morre louvando durante ataque a tiros

23/05/2018 às 11:13h
DeEbony Groves, de 21 anos, louvou a Deus em seus últimos instantes de vida ao lado de uma amiga.

Um homem seminu abriu fogo em um restaurante da rede Waffle House nos arredores de Nashville, em Tennessee (EUA), na madrugada do último domingo (22). O ataque deixou quatro mortos e dois feridos.

Entre as vítimas fatais estava DeEbony Groves, de 21 anos, que louvou a Deus em seus últimos instantes de vida ao lado de uma amiga, segundo o CEO da rede de restaurantes, Walt Ehmer.

“Nós visitamos os sobreviventes e eles falaram sobre as pessoas que estavam naquele restaurante antes do que aconteceu — e se lembraram especificamente da sua filha”, disse Ehmer aos pais enlutados neste sábado (28), durante culto fúnebre realizado na Primeira Igreja Batista de Gallatin.

“Eles falaram da sua filha e sua amiga, e disseram que elas estavam cantando músicas gospel. E todos começaram a cantar e apreciar um ao outro. Ela [sobrevivente] disse: ‘A última coisa que eu lembro dela foi cantar ‘Jesus me ama’”, contou Ehmer.

As palavras de Ehmer durante o discurso foram recebidas com aplausos e “aleluias”. O empresário também ofereceu palavras de apoio e conforto para amigos e familiares no funeral.

“Vocês vão passar por isso, porque eu sei que esta é uma comunidade muito forte e cheia de fé”, destacou. “Tudo o que posso dizer é que nossa família da Waffle House está sofrendo por vocês e com vocês”.

Groves, que era estudante na Universidade de Belmont, estava na cidade com outras alunas para participar de ações do grupo estudantil “Delta Sigma Theta”. Ela e Akilah Dasilva, de 23 anos, foram mortos dentro do restaurante depois que o atirador abriu fogo contra os clientes.

O funcionário da Waffle House Taurean C. Sanderlin e o cliente Joe R. Perez foram baleados e mortos na parte de fora do restaurante.

O atirador foi identificado como Travis Reinking, de 29 anos e recebeu quatro acusações de homicídio criminal. Reinking invadiu o restaurante vestindo apenas uma blusa e estava armado com um fuzil AR-15, modelo usado com frequência nos ataques a tiros nos EUA.

Fonte: Guia-me

Comentários

Você precisa logar no site para poder enviar comentários. Clique aqui caso ainda não possua um cadastro em nosso site.

     

    1