carregando
Carregando...
Caso a página demore muito para carregar,
aperte o botão "atualizar" do seu navegador ou a tecla "F5".

  • Receba informações e promoções de nosso site.


Notícias

Evangelismo

Blog de apologética pode virar igreja

25/08/2011 às 08:57h
Fundado pelo pastor Paulo Siqueira o site As Pedras Clamam luta pelo Cristianismo Puro e Simples

O blog apologético As Pedras Clamam pode se tornar uma igreja, defensor do movimento “Cristianismo Puro e Simples” (título de um livro de C.S.Lewis) o site tem lutado contra práticas condenadas dentro da própria Igreja evangélica, como por exemplo, a teologia da prosperidade. O público do site, jovens vindos de várias denominações e tribos passaram a se unir em reuniões de estudos e agora pedem para que o pastor Paulo Siqueira, dono do site, institucionalize o movimento.

“O virtual está se materializando em nossa frente”, diz o teólogo que já recebeu pedidos para fundar uma Igreja.

Paulo fundou os blogs Pedras Clamam e Estrangeira em 2008 quando ainda era estudante de teologia e começou a interagir com os seus leitores, respondendo dúvidas e comentários. Um era destinado a publicar seus trabalhos acadêmicos (pedrasclamam.wordpress.com) e um outro de caráter mais “laico”. (estrangeira.wordpress.com). Ambos abertos ao diálogo sobre a cena evangélica brasileira com o mesmo espírito crítico diante do pensamento e práticas influenciadas pela teologia da prosperidade.

O número de comentários começou a crescer tanto que nem mesmo de celular em punho, acessando o blog em todos os momentos livres, ele conseguia dar conta de acompanhar as mensagens que chegavam. Paulo Siqueira comprou, então, mais um computador para a casa, ganhou o apoio ativo da esposa Vera, que assumiu o “Estrangeira”, e viu nascer, quase perplexo, um novo movimento pela ética eclesial.

Os blogs do casal Paulo e Vera catalisaram especialmente o descontentamento de jovens evangélicos e pessoas decepcionadas com a mercantilização da fé, muitas delas feridas por doutrinas e práticas estapafúrdias, mas que mantiveram viva a sua fé.

Protestos na Marcha para Jesus

Inspirados pelas reflexões compartilhadas pelos blogs e mobilizados por intermédio das redes sociais, os blogueiros e seus leitores participaram, em junho, da última Marcha para Jesus (evento capitaneado pela Igreja Renascer) ostentando faixas que pediam ética às igrejas evangélicas brasileiras. “O show tem que parar”, exortavam. E quase apanharam dos seguranças da Marcha.

Dois dias depois da Marcha para Jesus, os participantes do Movimento pela Ética Evangélica fizeram o que eles chamam de “antimarcha”: organizaram uma visita, em grupo, a centros de doação de sangue, para sinalizar a “responsabilidade social da Igreja”. “As pessoas querem fazer algo em prol do Reino, mas não são estimuladas pela instituição”, afirma Paulo.

Comentários

Você precisa logar no site para poder enviar comentários. Clique aqui caso ainda não possua um cadastro em nosso site.

     

    1