carregando
Carregando...
Caso a página demore muito para carregar,
aperte o botão "atualizar" do seu navegador ou a tecla "F5".

  • Receba informações e promoções de nosso site.


Notícias

Final dos Tempos

Cristãos são brutalmente espancados por não negarem a Jesus

05/09/2011 às 16:12h
Dois homens ficaram gravemente feridos após ser atacados por jovens muçulmanos em Karachi, Paquistão, quando se recusaram a se converter ao Islã

Dois homens ficaram gravemente feridos após ser atacados por jovens muçulmanos em Karachi, Paquistão, quando se recusaram a se converter ao Islã, segundo relato de um membro da família de um dos jovens à Compass.

Liaqat Munawar disse à Compass, por telefone, que seu irmão, Ishfaq Munawar, e outro jovem cristão, Naeem Masih, estavam voltando de um culto de oração de uma igreja em Sohrab Goth, em 14 de agosto, quando jovens muçulmanos os perseguiram e os atacaram.

“Ishfaq e Naeem foram andar de moto, quando seis jovens sinalizaram para eles pararem”, disse Liaqat. “Eles pediram aos dois para se identificarem. Ishfaq disse que eles eram cristãos e estavam voltando de um culto de oração na igreja.”

Os muçulmanos lhes perguntaram por que eles estavam na região e eles responderam que só passaram por ali para participar das celebrações do Dia da Independência na praia.

“Os jovens muçulmanos, então, começaram a questionar a fé deles e, posteriormente, tentaram forçá-los a se converterem ao islamismo, dizendo que essa era a única maneira para eles poderem viver em paz na cidade”, disse Munawar Liaqat.

“Eles também ofereceram incentivos financeiros e proteção a Ishfaq e Naeem, mas ambos se recusaram a negar a Jesus Cristo e à sua fé nele.”

Depois de questioná-los por algum tempo, os jovens entraram em um carro branco e foram embora. Ishfaq e Naeem subiram na moto e estavam prestes a ir embora também, quando os jovens muçulmanos deram meia volta no carro e os atacaram.

“Os muçulmanos saíram do carro armados com barras de ferro e atacaram Ishfaq e Naeem, gritando que eles deveriam se converter ao Islã ou morreriam”, disse Munawar Liaqat.

Ele disse ainda que os jovens espancaram os dois cristãos, fraturando a mandíbula de Ishfaq Munawar e quebrando-lhe cinco dentes, além de ferir gravemente Naeem. Ele acrescentou que os dois cristãos caíram inconscientes e os jovens os deixaram ali, pensando que tivessem morrido.

Liaqat Munawar disse que a família não tinha registrado nada na delegacia, temendo que os muçulmanos viessem com represálias contra eles, mas agora estavam considerando a possibilidade de apresentar uma queixa formal.

 

Fonte: Missão Portas Abertas

Comentários

Você precisa logar no site para poder enviar comentários. Clique aqui caso ainda não possua um cadastro em nosso site.

     

    1